Sobre o Guarantã

O ano de 1989 marcou o início da "PAIXÃO DE CRISTO" de Piracicaba. Deu-se através da união de alunos da oficina permanente de teatro do SESC Piracicaba e de pessoas da comunidade, que tinha um objetivo comum: Montar um evento teatral que despertasse grande interesse popular, tocando em sentimentos traduzidos em beleza plástica, emoção e que pudesse ser visto por um grande público.

Assim nasceu o GRUPO TEATRAL GUARANTÃ, que em Tupi-Guarani, significa “Madeira nobre e forte”, o que viria fazer alusão ao desejo dos idealizadores de tomar o plano cultural em algo memorável e permanente.

Desde 1990, o grupo encena a vida e a morte de Cristo durante a Semana Santa. No primeiro ano, o palco da estréia foi o Campus da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ-USP, sob a direção de Elie Marios Deftereos com a participação de 50 atores. No ano seguinte, o Parque da Rua do Porto, configurou a apresentação que teve a direção de Isabel Ortega e um elenco de 80 atores.

Pensando em redimensionar e amadurecer o trabalho, o GRUPO DE TEATRO GUARANTÃ, passou a encenar a “PAIXÃO DE CRISTO DE PIRACICABA”, em 1992, sobre a direção de João Prata, no Engenho Central de Piracicaba, local de riquezas cinematográfica e histórica que viria completar a grandeza e ver a cidade da passagem do Messias pelo planeta.

Direção do evento ao longo dos anos:

- João Prata ficou na direção de 1992 à 2004.
- 2005, direção do Santista Dagoberto Feliz, trouxe ao espetáculo uma linguagem popular e teatral.
- 2006, 2007 e 2008, direção do Piracicabano Carlos ABC,
- 2009, direção da Campineira Rosana Baptistella,
- 2010, 2011 e 2012, direção do Piracicabano João Scarpa,
- 2013 e 2014, direção do Piracicabano Carlos ABC,
- 2015 e 2016, direção do Piracicabano Raul Rosados,
- 2017, direção de Viviane Palandi.

É neste ambiente secular que a ASSOCIAÇÃO CULTURAL E TEATRAL GUARANTÃ tem traduzido às novas gerações a história do homem que mudou o rumo da humanidade e instituiu o cristianismo.

Copyright © Guarantã

Desenvolvido por: Altamente